Busca e resgate de jovem afogado exigiu técnica dos envolvidos

As operações de busca e resgate do corpo do jovem que se afogou no Panelão no dia 1º de janeiro exigiram muita técnica das equipes envolvidas. Ele foi encontrado a 15 metros de profundidade após quase dois dias de buscas pelos mergulhadores de Nova Petrópolis e Picada Café. Para poder retirar o corpo do local, foi necessário montar um sistema de polias.

A corporação agradece ao empenho dos bombeiros envolvidos: Cleber Berwian, Gustavo Rogowski Silveira, Maiquel Grahl, os mergulhadores Mauro Schumann, Aguinaldo Motta, Fernando Schwantz, Robinson Maciel, e aos colegas do Corpo de Bombeiros Voluntários de Picada Café.